“ser estressado” e “ser metódico”

Há alguns dias, um grande colega de trabalho me mostrou que existe diferença entre “ser estressado” e “ser metódico” . Essa fala surgiu em um momento que eu o procurei para desabafar os desafios que me deparei como profissional, por algumas vezes “ser estressada”.

Essa conversa me fez refletir e rapidamente desenvolver ainda mais minha capacidade de percepção do ambiente em que estou e de mim mesma.

Pensando nisso, tirei um tempinho para estudar algumas definições, comportamentos e matérias que eu encontrei enquanto estudava sobre o tópico. Acredito que dessa forma, compartilhando as lições que aprendemos, podemos crescer juntos e nos ajudar ser mais empáticos às dificuldades dos nossos colegas de trabalho.

Vamos lá!

Estresse — “Normalmente, usam a palavra para significar que o dia foi corrido ou cheio de tarefas. Isso não necessariamente gera sinais de estresse, um mecanismo fisiológico sem o qual nem o ser humano nem os animais teriam sobrevivido”, diz Selma Bordin, psicóloga do Hospital Israelita Albert Einstein.

Ainda da própria matéria: “Ninguém adoece, devido ao estresse, de um dia para o outro. E o próprio corpo avisa que as coisas não vão bem, basta prestar atenção.”

Sinais

· sensação de desgaste constante

· alteração de sono (dormir demais ou pouco)

· tensão muscular

· formigamento (na face ou nas mãos, por exemplo)

· problemas de pele

· hipertensão

· mudança de apetite

· alterações de humor

· perda de interesse pelas coisas

· problemas de atenção, concentração e memória

· ansiedade

· depressão

Causas

· internos: ligados a características de personalidade, como perfeccionismo, pressa, querer fazer tudo ao mesmo tempo.

· externos: do ambiente. Mudanças em geral, até mesmo as positivas, desencadeiam estresse — porque exigem adaptação: nascimento de filho, mudanças profissionais (troca de emprego, promoção, demissão), aposentadoria, mudança de casa, divórcio, doença ou morte de pessoas queridas. Mas há também os pequenos, como o trânsito, que pode acabar tendo um peso importante para muitas pessoas.

Pensando nisso, encontrei essa outra matéria, bem simples, divide algumas dicas de como saber se você é um pessoa estressada, ou se apenas ESTÁ estressada por algum motivo. Além disso, mostra como tratar de forma simples.

Sabendo quais são os sinais do estresse podemos trabalhar em identificar suas causas.

Dessa forma, podemos nos ajudar nos policiando e ajudar nossos colegas, e usando da empatia, podemos perceber que o nosso colega pode estar passando por um momento de estresse.

Mas e o “ser metódico”?

Uma definição: “O caráter metódico se refere à atitude de uma pessoa bem disciplinada no cumprimento de hábitos específicos. As rotinas de uma pessoa metódica são previsíveis pelo fato de ser uma pessoa constante e muito organizada com seus costumes.”

O texto aqui disponibilizado me ajudou a ver como são pessoas metódicas e, assim, enxergar a diferença.

Logo, podemos entender que ambos são diferentes.

E confirmamos que no excesso de qualquer uma das duas coisas existe a possibilidade do “erro”.

Para terminar, o estresse é uma doença (uma das doenças do século) e precisa ser tratado. Ser metódico, só vai virar doença se por excesso dessa característica você passar a ter comportamentos que o seu corpo trata como estresse.

--

--

👩🏿‍💻 🖤 💪🏾 ✨

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store