Curriculum Vitae: sempre um desafio

Capa do curso “Como criar bons currículos” do Udemy — https://goo.gl/pULav2

Quando você desenvolveu a criação do seu currículo? Quantas vezes você teve que refazê-lo? Como você escolheu o que colocar no seu currículo? De 100 (sim, cem) currículos enviados, quantos você teve retorno para participar de um processo seletivo ou até bater um papo informal para se apresentar?

Espera, o que você quer dizer com “desenvolver a criação”? Refazer? Pra que refazer meu currículo, minhas experiências continuam as mesmas, nada mudou. Então, pra que mudar meu currículo? Como assim “como eu escolhi o que colocar”? Eu não tenho escolha, eu vivi todas experiências e nada vai mudar quando eu escrevê-las no meu currículo. E digo mais, eu não tenho contado quantos currículos eu enviei.

Muitas perguntas e poucas respostas. Vamos pensar a respeito, juntos.

Curriculum Vitae significa, do latim, trajetória de vida. Résumé significa, do francês, resumo. Conclui-se que o currículo então é o resumo da sua trajetória de vida profissional. A partir dessa simples conclusão, pode-se também entender que o objetivo de um currículo é trazer uma síntese das suas qualificações, experiências profissionais, formação acadêmica e dados pessoais.

A recomendação quando você está em busca de uma oportunidade para ingressar no mercado trabalho (ou até em busca de recolocação profissional) é que seu currículo seja customizado para cada empresa que o mesmo será enviado. Sabe-se que é uma tarefa que exige esforço. Sendo assim, é preferível planejar a criação do seu currículo. Faz-se necessário desenvolver um modelo de currículo que seja simples, objetivo e claro. Dessa forma, que o mesmo deverá ilustrar o que você é como pessoa e profissional. A consequência dessa obra de arte que é colocar uma vida toda em uma página resumida, é receber convites para apresentar você mesmo aos recrutadores e gestores das empresas.

Algumas dicas para a elaboração do seu currículo é destacar apenas conhecimentos relevantes na sua área evitando conhecimentos básicos, sempre verificar os erros de ortografia e padronizar a formatação. De acordo com pesquisas, o ideal é um currículo separado por blocos. Por exemplo, pode-se ter 7 (oito) blocos principais: (1) nome + contato; (2) breve descrição sobre você; (3) competências específicas da sua área; (4) formação acadêmica; (5) experiência profissional + breve descrição de cada; (6) formação complementar; e (7) atividades complementares. Em alguns casos, pode-se ter mais um bloco, sendo proficiência em idiomas; publicações e/ou outras informações relevantes.

Veja um exemplo abaixo, este foi criado com uma ferramenta online que permite a edição e download gratuitos:

Existem inúmeras ferramentas para criar currículos a partir de modelos e padrões. Para isso, basta você passear pela internet e encontrar a que melhor lhe atender. É importante lembrar também que ao buscar informações e dicas sobre currículos, ainda que as informações façam todo sentido elas não são como leis obrigatórias para serem seguidas. Cada pessoa (candidato) aspira por um espaço profissional diferente além de ter um perfil diferente, logo o que você faz com o seu currículo é a sua regra. Basicamente, é um jogo de tentativa e aprendizado para encontrar o seu modelo de currículo ideal.

Sinta-se a vontade para comentar o que acha sobre o tema e compartilhar mais informações sobre o mesmo.

--

--

👩🏿‍💻 🖤 💪🏾 ✨

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store